Compressor Centrífugo e Lysholm: um estudo técnico

Atualizado em 24 de abril de 2021

Em nosso estudo sobre turbo compressores de hoje, falaremos do Lysholm, conhecido também como compressor “twin screw”, amplamente utilizado pela Ford em modelos como Fiesta, Ecosport e até no “muscle car” Mustang. Esse sistema funciona com duas peças helicoidais que giram engrenadas, assim o ar aspirado entra pelas peças que fazem rotações para diminuir volume do ar e aumentar e a pressão.

Compressor Lysholm

Seu funcionamento é controlado por uma embreagem magnética e gerido pela unidade de comando do motor, que tem aplicação similar a embreagem de acionamento do ar-condicionado.

Esse sistema possui uma válvula by-pass responsável por abrir e fechar a passagem de ar no conjunto, assim o compressor pode ficar fora de serviço quando não há necessidade do seu funcionamento. Quando o serviço do compressor é requerido pelo motor, a embreagem é ativada aumentando a pressão até que a mesma chegue em um valor ideal, para depois fechar a válvula by-pass, garantindo assim que o veículo sempre uma aceleração progressiva.

Compressor centrífugo

Diferentemente dos outros compressores as peças alojadas no compressor centrífugo não giram. Tem como característica o elevado nível de rotação de funcionamento chegando a 50.000 RPM. Seu mecanismo é praticamente igual ao turbo convencional, sem a parte da turbina onde passam os gases de escape, já que ele é acionado mecanicamente pelo motor.