Mulher mecânica: conheça o Gaúchas Car

mulher mecânica segurando prancheta em frente a um carro

Atualizado em 16 de dezembro de 2021

O projeto Gaúchas Car existe há 4 meses e já realizou diversas ações para capacitar e fortalecer a mulher mecânica no mercado automotivo.

Uma iniciativa criada por mulheres que querem aprender cada vez mais e apoiar quem está iniciando no cenário automotivo.

O grupo que começou no WhatsApp já conta com mais de 100 mulheres de diferentes cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Paraná.

Confira a entrevista com Eva Paiva, idealizadora do projeto Gaúchas Car sobre as ações realizadas e os principais desafios de ser mulher na oficina mecânica.

Gaúchas Car: como surgiu?

O projeto foi idealizado em 2019, pela fundadora Eva Paiva, com o intuito de unir as mulheres no meio automotivo.

Atualmente o grupo conta com a coordenação de Queren Fritz Ayres, Ellen Nascimento, além da idealizadora, Eva Paiva.

“Eu nasci dentro de uma oficina, sou filha de mecânico e meu avô também era mecânico. Nasci no chão da oficina e sempre quis algo que unisse as mulheres mecânicas. Então, há 5 meses eu encontrei a Queren e a Ellen e esse projeto saiu do papel, fundamos de fato o Gaúchas Car”, conta Eva Paiva.

Em 14 de agosto de 2021 aconteceu o primeiro encontro do grupo, o almoço reuniu 18 mulheres do setor automotivo.

O segundo encontro teve a presença de 45 mulheres e diversas palestras sobre autoconhecimento, capacitação e outros assuntos do mundo automotivo.

Mulheres na mecânica: qual o propósito do grupo Gaúchas Car?

O Gaúchas Car é um projeto que o objetivo de possibilitar que mais mulheres do setor automotivo tenham mais oportunidades. Seja de criar sua própria empresa ou conseguir emprego.

Os relatos das participantes, em sua maioria, era a falta de apoio e muitas vezes acabavam desistindo da carreira de mecânica.

Com o grupo, mais de 100 mulheres unidas pela mesma causa trocam todos os tipos de informações como dicas de cursos, workshops, experiências práticas com reparos, entre outros assuntos.

Principais ações realizadas pelo grupo de mulheres na mecânica

O grupo já realizou diversos encontros presenciais, além do contato diário por mensagem no Whatsapp.

Os encontros contaram com palestras sobre autoconhecimento, dicas de
curso de mecânica automotiva para mulheres, dicas de gerenciamento e atendimento para oficina de mulheres, entre outros assuntos.

Um dos principais eventos em que as integrantes do Gaúchas Car participaram foi a Feira Repara Sul, que aconteceu de 18 a 21 de novembro de 2021.

mulheres mecânicas reunidas atrás do letreiro da repara sul
Foto: Arquivo Pessoal Eva Paiva
Foto: Arquivo Pessoal Eva Paiva

Quem pode participar do Gaúchas Car?

Segundo Eva Paiva o grupo conta com proprietárias ou colaboradoras do nosso ramo seja de oficinas, autopeças, distribuidoras, revendedoras, representantes, fabricantes e até mesmo as mais aventureiras que adoram pilotar e são apaixonadas por carros.

Todas as mulheres que tiverem interesse no mundo automotivo são bem-vindas ao grupo, afirma Eva.

Principais desafios da mulher mecânica

“A nossa ideia é capacitar as mulheres para enfrentar os desafios e vencer os preconceitos que a gente sabe que ainda existem. É uma motivação para as mulheres que acham que não tem capacidade ou precisam de um incentivo.”

Eva Paiva, CEO Gaúchas Car

Eva pontua que ainda existem muitos preconceitos e muita insegurança para as mulheres nesse meio. É preciso que todas elas estejam unidas para ganhar força e acreditarem em si mesmas.

É dessa maneira que o grupo trabalha um pilar muito importante: o autoconhecimento.

“Através do conhecimento a mulher se sente mais segura para lidar com as situações. O autoconhecimento é importante para enfrentar o preconceito e não se rebaixar ou se sentir incapaz.” Eva Paiva

Como participar do Projeto Gaúchas Car?

Para participar do grupo a mulher interessada deve enviar mensagem no Instagram do grupo Gaúchas Car.

Também é possível falar diretamente com as criadoras nas redes sociais: @evapaivacar, @ellenmvk e @querenfritzayres.