Modelo de orçamento de oficina mecânica: aprenda a fazer

como fazer orçamento mecanico

O serviço de atendimento das reparadoras, muitas vezes, começa com um bom orçamento. Confira passos para montar uma planilha de orçamento mais eficiente, de acordo com as necessidades do seu cliente

A etapa de venda para prestadoras de serviços costuma começar pela pesquisa de preço. O cliente solicita os valores de determinado trabalho, por exemplo, e o atendente envia um modelo de orçamento. Até chegar a um valor final, o cliente pode solicitar descontos e o prestador precisa, então, expor os porquês dos valores. Mas, e no caso das oficinas mecânicas, quanto cobrar por um serviço?

Não dá para negar que o setor possui muita concorrência, então é importante que as reparadoras consigam conquistar seu público. Aqui não estamos falando sobre quem oferece o preço mais baixo, mas daqueles que entregam serviços de qualidade e com um preço de venda definido. Afinal, do que adianta saber tudo de mecânica se você não sabe o valor a ser cobrado? Ser um bom técnico é fundamental, mas não basta para gerar lucro a sua oficina.

Em qualquer negócio é importante cuidar do financeiro. Por mais que pareça uma tarefa fácil, isso exige organização. A primeira coisa é a criação de um modelo de orçamento. Quando você desenvolve uma planilha de orçamento para a oficina mecânica também está otimizando o tempo de serviço. Inicialmente, um modelo pronto e uma base de clientes já auxiliam na resolução de alguns problemas de gestão.

Um reparador precisa conhecer custos de peças e componentes automotivos, prever receitas de trabalho e, também, definir o preço certo dos seus serviços mecânicos. Criar uma folha de orçamento para sua oficina mecânica é algo em que você não consegue pensar? Para facilitar nesse processo, existem alguns softwares pagos que ajudam na montagem de arquivos interessantes para diferentes tipos de negócio.

Geralmente, eles são destinados a empresas autônomas e auxiliam no gerenciamento de atividades cotidianas: cadastro de clientes; ordens de serviço; estoque e vendas; entre outras ações. O lado positivo é a funcionalidade do software, que tem capacidade de entregar gráficos, relatórios financeiros e indicadores do fluxo de caixa ao gestor.

Por outro lado, se você ainda não tem condições de implantar um sistema para a gestão da sua oficina, também há a possibilidade do uso de ferramentas gratuitas. O Excel, por exemplo, é uma boa opção para a produção de uma planilha de orçamento. Durante o desenvolvimento dessa arquivo, é importante que os profissionais pensem qual modelo vai atender melhor às necessidades do negócio.

Valorizar os serviços prestados é um dos fundamentos da boa gestão financeira, por isso vamos te dar algumas dicas de como criar um orçamento de oficina mecânica, com foco na organização e no atendimento ao cliente.

Como elaborar uma planilha de orçamento para oficina mecânica?

Na hora de informar o cliente sobre o valor de um serviço, o que você menos precisa é de informações complexas ou técnicas demais que possam confundi-lo. Com algumas lacunas essenciais, é possível montar um arquivo eficiente, prático e organizado. Você vai preencher tudo de forma clara e de acordo com o trabalho a ser realizado. Lembre-se que é necessário passar segurança ao cliente na hora da compra.

  • Atribua uma composição de preços

Tida como uma das regras mais básicas para a venda de serviços, a composição de preços unitários (CPU) é um processo que relaciona todos os custos que compõe um determinado trabalho. Entre os gastos estão a mão de obra, os materiais utilizados e o tempo utilizado para a realização da atividade. Além disso, você pode apresentar uma breve descrição dos serviços: em uma das colunas da planilha especifique com algumas palavras-chave o que vai ser feito. Essa descrição revela o reparo necessário e facilita o entendimento dos clientes. Não utilize termos muito técnicos da área mecânica, visto que isso induz o dono do veículo a pesquisar os serviços na internet e, automaticamente, comparar preços.

  • Pense nos custos indiretos

Em alguns casos, também é preciso separar uma coluna do modelo de orçamento da oficina para os custos indiretos (energia elétrica, água, ferramentas, materiais de serviço, etc.). Os custos indiretos são difíceis de serem mensurados, mas precisam ser repassados para o orçamento de serviços. Para isso, pode ser feita uma média que será dividida entre os orçamentos.

  • Defina a condição de pagamento

No orçamento de oficina mecânica também deve haver um espaço destinado para a data do serviço, o período de execução e as condições de pagamento. Caso os reparadores achem necessário, essa planilha pode conter, ainda, os custos que envolvem as formas de quitação (juros e taxas de parcelamento, por exemplo). Manter os registros detalhados revelam muito sobre o perfil do cliente e ajudam a economizar tempo no reparo de veículos e otimizar o serviço da oficina.

  • Inclua descontos

Os valores de descontos, promoções ou outras condições especiais de pagamento devem ser incluídos na planilha e vinculados ao preço final. Essa é uma prática que costuma deixar o consumidor satisfeito com a prestadora, e pode fazer diferença na hora da escolha pelo serviço.

Orçamento de mecânico: desenvolva um modelo próprio para o seu serviço

Já falamos sobre a importância de considerar custos e despesas no seu modelo de orçamento. Por mais que a concorrência possua um volume de serviço semelhante ao seu, evite comparar políticas de preço. Se você preza pela qualidade do trabalho, pode ser que entregue ao cliente peças mais caras e, também com mais durabilidade. Com isso, vale lembrar de descrever exatamente a marca e o modelo dos componentes a serem utilizados em cada reparo.

Pensando nisso, é necessário calcular o gasto com as peças: se você teve algum custo extra para ter acesso a determinada peça (precisou buscar ou pagar pelo frete) lembre de acrescentar esse valor ao custo total. Obviamente, cada espaço da planilha pode variar de acordo com o que você deseja informar.

Por fim, no momento do orçamento, você também precisa prever os gastos com a mão de obra. As oficinas mecânicas costumam possui parâmetros para isso, mas também não é necessariamente uma regra. Leve em consideração o desenvolvimento profissional e a experiência dos seus funcionários. Isso influencia no tempo dedicado aos serviços.

Tendo todas essas informações fica mais fácil de calcular um orçamento para a reparadora mecânica. Outra ação interessante é separar cada tipo de produto e serviço dentro da oficina, calculando separadamente cada um dos itens. Divida os serviços por áreas como injeção; alinhamento e balanceamento; pintura; motor; entre outras. Cada setor possui especificidades, que devem ser consideradas na hora do orçamento.

Com uma planilha de orçamento para oficina mecânica bem definida, a relação com o consumidor fica mais transparente. Além de ajudar na organização do serviço, essa ferramenta possibilita que o cliente saiba exatamente o que vai ser feito no veículo dele.

Modelo de planilha para orçamento mecânico

Abaixo, nós listamos dois modelos simples de tabelas que podem ajudar no seu negócio.

Você pode baixar o modelo pronto, clicando na imagem abaixo, ou construir a sua com as informações que listamos.

Vamos começar pelos dados do cliente e do veículo, seguido pelas informações de serviço e mão de obra:

Veículo: (Placa, marca, modelo, ano, cor)
Cliente:
Endereço:
RG e CPF:
Contato:
Serviço solicitado:Descrição do que foi pedido pelo cliente. Lembre-se de conferir dados sobre a quilometragem, a troca de óleo, e outras informações que possam surgir durante a conversa com o cliente.
Serviços Executados (mão de obra)Valor (R$)
Descrição por linha de cada um dos serviços:
(revisão, troca de componentes, conserto de peças, etc).
Total: R$
Peças aplicadas (orçamento de peças)Valor (R$)
Descrição da quantidade e funcionalidade de cada
peça necessária. Lembre-se de prever o prazo de
entrega dos componentes (caso precise fazer uma
encomenda, por exemplo), impostos e frete.
Total: R$
Observações:Aqui você pode acrescentar informações que foram constatadas durante uma revisão. Por exemplo: se o veículo apresenta alguma anormalidade nos sistemas de injeção ou motor; se existe folga em algum setor; se os pneus estão em condições de uso; se as trancas funcionam corretamente, entre outras anotações.
Total dos serviços:R$ (soma entre os custos com peças e mão de obra)
Prazo para pagamento:Formas de pagamento (à vista, no cartão, cheque, necessidade de entrada ou possíveis descontos)

Não esqueça de acrescentar os dados da sua mecânica dentro desse modelo de orçamento. Um cabeçalho com informações da empresa prestadora do serviço é essencial para a venda, pois passa credibilidade e diz ao cliente quem está lhe atendendo.

Receba nossos conteúdos exclusivos por e-mail!