Como tirar ferrugem de ferramentas?

limpeza ferramenta mecanica enferrujada

Atualizado em 31 de maio de 2021

Em casa ou na mecânica, saiba como limpar e realizar a manutenção das suas ferramentas

Você já está há um tempo sem pegar a caixa de ferramentas e, quando decide usá-la, se depara com ferramentas cheias de ferrugem. E agora, o que fazer?

A ferrugem é resultado do contato entre objetos feitos de ferro (ferramentas, panelas, máquinas, etc.) e o oxigênio presente na água e no ar, fazendo com que essas peças acabem se oxidando com o passar do tempo. Por isso, aprender como limpar ferramentas enferrujadas pode ser uma boa maneira de prolongar a durabilidade dos itens e organizar os serviços.

Confira as dicas que o Simplício preparou, com intuito de resolver esse problema!

Produto para eliminar ferrugem: mito ou verdade?

Você já deve ter ouvido por aí que a coca-cola tira ferrugem de ferramentas. Ou seu amigo indicou o uso de algum produto ou líquido ácido, como limão ou vinagre. Mas será que tudo isso realmente funciona?

As receitinhas caseiras são boas opções para quem precisa de uma solução rápida na hora de desenferrujar as ferramentas. O trabalho de reparadores e mecânicos não pode esperar, então se você não tem acesso a produtos específicos do mercado, confira outros métodos com a mesma finalidade:

Como eliminar ferrugem com vinagre

Existem diversas dicas caseiras para remover a ferrugem e devolver o brilho original às ferramentas. O vinagre, por exemplo, é um dos métodos mais utilizados. Basta mergulhar a peça no líquido e deixá-la de molho por dois dias. Depois, esfregue com uma esponja de aço e seque a ferramenta.

Se você constatar que ainda existem resquícios de ferrugem, repita o processo. Por fim, use óleo vegetal, com intuito de manter o brilho da peça e conservá-la por mais tempo.

Para limpar ferrugem com vinagre e sal, repita todos os passos acima. A diferença é que o sal é adicionado à operação para potencializar o efeito da mistura. Isso acontece porque o vinagre contém normalmente de 5 a 20% de ácido acético em seu volume. Esse ácido, formado por meio da fermentação de etanol ou açúcares por bactérias ácidas acéticas, é um excelente agente removedor de ferrugem e outras sujeiras.

Usando limão para tirar ferrugem

Limão e bicarbonato também são úteis para eliminar a ferrugem. Basta fazer uma mistura entre os dois ingredientes, aplicar na ferramenta (um pincel pode ajudar) e, após alguns minutos, usar uma lixa fina para remover os resquícios de ferrugem e as crostas formadas. Finalize o processo limpando com papel toalha ou pano seco.

Se preferir, você pode usar somente o suco do limão para remover ferrugens. Também há a possibilidade de misturar o limão com sal de cozinha, substância que age de forma parecida com o bicarbonato. Já se for utilizar o bicarbonato sozinho, faça uma pasta com água. Quando chegar a uma boa consistência, aplique a mistura em toda a ferramenta enferrujada. Para atingir o resultado esperado, são necessárias algumas horas.

Mas o que faz o limão e o bicarbonato removerem a ferrugem das ferramentas? A resposta está no efeito químico: o bicarbonato de sódio reage com o ácido cítrico do suco do limão, formando gás carbônico. E é esse gás o responsável pela limpeza da peça. A combinação entre as substâncias é usada para além das casas e oficinas: muitas indústrias, incluindo o mercado aeroespacial, automotivo, eletrônico, óptico, entre outros, aplicam a mistura em seus trabalhos.

Atenção! Limão e bicarbonato são misturas ácidas, portanto lembre-se de utilizar luvas quando for usá-los. Na hora de remover a ferrugem é preciso usar equipamentos básicos de segurança, a fim de evitar acidentes.

Coca-Cola para limpar ferramenta enferrujada

Será que refrigerante retira mesmo a ferrugem de ferramentas? Basta uma pesquisa rápida no Google, e você vai encontrar diversas indicações sobre essa solução inovadora.

Acontece que quando você coloca uma peça de metal no líquido, deixando-a submersa por cerca de um dia, o gás age na remoção dos resíduos. Depois basta lavar a ferramenta normalmente, secar bem, guardar em um local apropriado e a sua peça estará com boa aparência novamente.

O refrigerante ajuda a remover os pontos enferrujados, pois gera uma reação parecida com a do limão e bicarbonato de sódio. Uma lata de Coca-Cola, por exemplo, tem cerca de 2,2 gramas de dióxido de carbono (CO2), também conhecido como gás carbônico.

Outra dica alternativa para a resolução desse problema é o uso de batatas. Algumas pessoas usam o legume, cortado em rodelas, e cobrem a ferramenta. O ácido ascórbico da batata irá auxiliar na limpeza dos materiais enferrujados, para que voltem a ser brilhantes.

Qual o grau de oxidação das suas ferramentas?

Além das soluções caseiras, o mercado automotivo oferece produtos voltados, exclusivamente, à limpeza e manutenção das ferramentas. Removedores de ferrugem e condicionadores metálicos, por exemplo, são opções práticas e seu uso é indicado para desenferrujar (desoxidar) vários materiais metálicos.

Seja qual for o método de remoção escolhido, antes de iniciar a limpeza da ferrugem é importante que seja analisado o grau de degradação de cada uma das peças.

Você saberia dizer qual a diferença entre oxidação, corrosão e ferrugem?

Os termos estão relacionados, mas lembre-se que eles não significam a mesma coisa e, portanto, devem ser compreendidos para evitar confusão sobre como tirar ferrugem de ferramentas.

  • A oxidação consiste em um processo químico natural, onde ocorre a perda de elétrons de um material e, consequentemente, o aumento da sua carga elétrica. No caso de peças metálicas, como é o caso das ferramentas mecânicas, os agentes oxidantes mais comuns são o ar e a água, muitas vezes na forma de vapor e umidade.
  • Ou seja, a ferrugem é resultante da reação química gerada pelo contato do ferro com o oxigênio presente na atmosfera, dando assim início à degradação das peças. Aquela camada avermelhada que se forma nos materiais, também conhecida como hidróxido de ferro, indica que os metais estão começando a oxidar. Assim, as ferramentas estão com a durabilidade e a resistência comprometidas.
  • Já a corrosão é um processo desencadeado pela oxidação. À medida que um material fica mais oxidado, automaticamente aumenta a sua perda de elétrons. No caso das ferramentas de oficina, a corrosão pode dificultar a realização de trabalhos e, até mesmo, tornar impossível a recuperação da peça. Por isso é importante que seja tratada preventivamente, com cuidados e manutenção específica.

Lembre-se que a deterioração dos metais pode ser total, parcial, superficial ou estrutural. Não à toa, a corrosão provoca danos em edifícios, pontes, turbinas, bombas e outras estruturas que costumam estar expostas ao ar livre.

Importância da manutenção periódica: sua oficina agradece

É melhor prevenir, do que remediar. Acredite: esse ditado vale até mesmo quando o assunto são ferramentas enferrujadas. Para evitar que qualquer material de trabalho apresente ferrugem após o uso é preciso tomar alguns cuidados de limpeza.

O principal ponto de atenção é em relação à umidade. A ferrugem aparece porque provavelmente a ferramenta foi guardada suja e com resíduos de madeira, metal, plástico, entre outros. O ideal é que logo após o uso, as peças automotivas, bem como chaves, alicates e parafusos sejam higienizadas com um pano limpo seco. Se precisar, você também pode usar uma escovinha, com cerdas leves que não risquem as superfícies.

O local onde as ferramentas são guardadas deve ser seco. Evite armazená-las em espaços úmidos, com exposição à chuva ou goteiras, pois isso leva à oxidação e diminui a vida útil das mesmas.

Cuidados diários e a manutenção periódica evitam gastos futuros com seus materiais de trabalho. Além das dicas de limpeza caseira, existem produtos específicos para limpar ferramentas: removedores de ferrugem e condicionadores de metal. Essas substâncias são indicadas para desoxidar os metais, removendo a ferrugem e auxiliando na fosfatização de materiais metálicos.

Na oficina mecânica é importante adotar uma rotina de limpeza, a ser adotada durante e após os reparos. Lembre-se que com organização, todos os trabalhos ficarão mais práticos e fáceis. Por fim, esteja atento ao uso de substâncias corrosivas, que podem desencadear o surgimento de pontos enferrujados nas ferramentas.