Procedimento para troca de óleo do câmbio automático

homem fazendo a troca de óleo com a máquina

Atualizado em 23 de novembro de 2021

Entenda como realizar a troca de óleo do câmbio de maneira assertiva para evitar falhas no sistema.

Amigo reparador, certamente você já deve ter ouvido no universo automotivo e de oficinas mecânicas a seguinte frase: “não existe troca do óleo de câmbio, apenas se completa o nível.” Ou também: “a troca de óleo do câmbio automático só deve acontecer a partir dos 100 mil km rodados.”

Porém, tudo vai depender da especificação de cada manual de fabricação. Por isso, é fundamental seguir um passo a passo e realizar a manutenção corretamente.

O mecânico de automóveis deve ficar atento e estar preparado preparar para absorver esta demanda, já que a transmissão automática exige manutenção.

Confira como realizar a troca de óleo do câmbio automático, qual a importância do procedimento e quando deve ser feita.

Esse assunto foi tema da nossa aula 3 – Segredos do Câmbio Automático, do Treinamento Mestre Automotivo. Assista abaixo na íntegra ou em nosso canal no Youtube!

Diagnóstico: como saber se o óleo do cambio automático está bom?

Uma das etapas mais importantes antes de realizar a troca de óleo do câmbio é o diagnóstico.

É a partir dele que o mecânico vai identificar o nível do óleo e as condições que ele se encontra.

Recomendamos que você converse com o seu cliente para saber o histórico do carro e faça um checklist do veículo completo.

Para realizar o diagnóstico, conecte o scanner para identificar um possível código de erro que esteja gravado na memória do sistema sobre a transmissão. Caso apareça algum aviso é sinal de que o óleo deve ser trocado.

Por que fazer a troca de óleo do câmbio automático?

Fazer a troca do óleo do câmbio automático é importante para que não haja acúmulo de impurezas e não crie uma obstrução em uma eletroválvula, por exemplo. O que pode causar um código de falha no painel e deixar a transmissão em modo de emergência.

Além disso, a troca previne desgastes prematuros nos componentes internos da transmissão, e eventuais danos ao veículo.

Qual é o tempo certo para fazer a troca do óleo de câmbio automático?

Todo o manual do veículo especifica o período ideal para fazer a troca de óleo do câmbio e se necessário.

Por isso, a importância de consultar os manuais de cada veículo no momento de fazer o reparo ou manutenção.

Com o Manual de Câmbio Automático do Simplo, o reparador tem acesso ao conteúdo de maneira fácil e dinâmica.

Há a descrição e o passo a passo de montagem e desmontagem dos componentes do câmbio automático, bem como informações sobre o fluído da transmissão automática.

Dentro deste manual, você encontra informações como:

  • Teste de câmbio automático, incluindo testes de sensores e atuadores;
  • Como desmontar câmbio automático e como montar, com componentes e ilustrações;
  • Procedimentos de manutenção do câmbio automático;
  • Manual de câmbio imotion, dualogic e automatizado;
  • Diagramas elétricos e hidráulicos;
  • Parâmetros de ajustes, medidas e folgas;
  • Testes de sensores e atuadores;
  • Nível e abastecimento do fluído da transmissão automática.

Como fazer a verificação do fluido de transmissão automática?

No vídeo abaixo é possível conferir o passo a passo da verificação do fluido do câmbio automático.

As etapas são as seguintes:

  1. Verifique a cor do fluido: deve ser vermelho ou marrom;
  2. Identifique se apresenta cheiro de queimado;
  3. Analise o excesso de partículas de metais ou outros materiais: uma pequena quantidade de material particulado é normal;
  4. Se o fluido estiver leitoso, isso indica contaminação por água ou líquido de arrefecimento do motor;
  5. Verifique as condições do líquido de arrefecimento quanto à contaminação por fluido da transmissão e o nível do líquido.

Como verificar o nível do óleo do câmbio automático?

Para realizar o procedimento de verificação do nível do fluído do câmbio automático, sem vareta, siga as seguintes etapas:

  1. Ligue o motor;
  2. Pressione o pedal do freio e mova a alavanca do câmbio para cada marcha, aguardando aproximadamente 3 segundos em cada marcha;
  3. Mova a alavanca do câmbio novamente para PARK (P);
  4. Deixe o motor em marcha lenta (500-800 rpm) por pelo menos 3 minutos para permitir que qualquer espuma do fluído se dissipe e que o nível estabilize;
  5. Com o veículo no elevador, com o motor funcionando em marcha lenta e a alavanca seletora em (P);
  6. Remova o bujão de nível (1).
  7. Se o fluido escorrer, deixe-o escorrer até começar a pingar.
  8. Caso não escorra fluido, abastecer até que comece a pingar.

É importante ressaltar que para que esta verificação esteja correta o fluido da transmissão deve estar entre 85-95 °C.

O que acontece se as trocas de óleo não acontecerem no tempo adequado?

Não realizar a troca do fluido de câmbio pode causar uma série de problemas ao veículo. Confira alguns deles:

  • Desgaste de buchas e válvulas da caixa de válvulas de controle hidráulico;
  • Degradação e o envernizamento do fluido,
  • Descalibramento do sistema de controle hidráulico;
  • Patinação e consequente desgaste prematuro, “queima” dos discos de embreagem.

Máquina de troca de óleo de câmbio automático

Para realizar a troca de óleo da caixa de marcha automática é necessário ter máquina específica para isso.

De modo manual a troca restringe-se apenas ao que está no reservatório. E não é possível retirar o óleo que está dentro do sistema.

Isso acontece porque o óleo fica retido no conversor de torque, dentro do motor.

Sem a máquina é possível realizar apenas 75% do processo, ou seja, um trabalho incompleto. Além de possíveis impurezas que podem entupir ou danificar algum componente do sistema.

O que acontece com excesso de óleo no câmbio automático?

O excesso de óleo no câmbio automático pode apresentar sintomas como a produção de bolhas e espuma.

Isso afeta negativamente para a densidade do fluido e pode causar diversos problemas no sistema de câmbio.

Fique atento, pois fluido em excesso também pode fazer mal para a transmissão automática.

Para saber mais sobre o funcionamento do câmbio automático, leia o texto Curso de câmbio automático.