Tecnologias do setor automotivo 2020: prepare sua oficina

Rota 2030, lançamento de novos modelos de carros, crescimento no agronegócio e retomada da economia com a construção civil: esteja pronto para atender as demandas da indústria

Final do ano se aproximando e todo mundo já quer saber o que vai ser tendência em 2020. A verdade é que o setor automotivo vive um processo de transformação digital intenso e muitas dessas transformações vêm ocorrendo gradativamente, ano a ano. Por isso, é sempre muito importante contar com ferramentas que elevem o padrão de qualidade da sua oficina e potencializam o trabalho entregue aos consumidores.

As transformações na indústria automotiva não mudam apenas os veículos. Elas são uma nova maneira de se fazer negócio. Um estudo do Observatório Automotive Brazil 2025, por exemplo, mostra que todos os profissionais ligados ao segmento precisam avaliar alguns pontos estratégicos, entre eles a mudança nos hábitos de consumo. Isso afeta desde fábricas, montadoras, fornecedores, concessionárias, empresas tecnológicas, até o cliente final.

Além disso, o governo brasileiro, junto com entidades privadas da indústria automotiva, anunciou a criação de um novo programa de investimentos para fomentar o desenvolvimento de tecnologias no país. O objetivo inicial é que sejam recolhidos cerca de R$ 1 bilhão, nos próximos cinco anos. Esse valor será repassado para seis entidades: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Serviço Nacional da Indústria (Senai), Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa de Minas Gerais (Fundep).

As empresas selecionadas serão responsáveis por desenvolver projetos de tecnologia, a serem usados pelo próprio setor, na produção de veículos e componentes mais modernos. Com o fundo arrecadado (antes o dinheiro era utilizado para o pagamento de impostos de autopeças importadas) será possível dar mais competitividade à indústria local. A medida também visa atender parâmetros mais rígidos de emissão de poluentes, segurança e eficiência energética, previstos no regime automotivo vigente no Brasil, o Rota 2030.

O que é o Rota 2030?

Basicamente, é um plano de incentivo a montadoras e um conjunto de regras que fabricantes precisam seguir para usufruir de estímulos governamentais. O Rota 2030 concede créditos tributários e, em contrapartida, as montadoras investem em pesquisa e desenvolvimento, o que inclui o aumento da segurança e a melhoria no consumo de combustível dos automóveis. Suas metas estão inteiramente ligadas ao desempenho estrutural, etiquetagem veicular e eficiência energética.

Carros que chegam ao país

A chegada de novos modelos de automóveis ao mercado brasileiro já está confirmada. Confira algumas das novidades das fabricantes e mantenha sua oficina sempre pronta para atender uma frota diversificada. Os manuais Simplo podem te ajudar nesse trabalho: eles possuem uma série de informações técnicas para quem atua com o reparo de veículos da linha leve, pesada e máquinas.

A Peugeot, por exemplo, começa 2020 apostando no seu novo 208. O modelo será produzido em território argentino e, mesmo que a fabricante não informe a data exata de estreia, ele deverá chegar ao Brasil em abril, com motor turbo de 1.2 e 130 cavalos. Já a Nissan, traz do México o seu sedã Versa. Agora com um design moderno e uma lista de equipamentos bem mais completa em relação ao modelo atual (que se mantém nas concessionárias, adotando o nome V-drive).

Outra super novidade é a novo visual da picape Fiat Toro. Após ter emplacado mais de 170 mil unidades desde o lançamento, a fabricante fez uma modificação na parte frontal antes da chegada dos modelos 2020: para-choque com quebra-mato integrado, além de novas versões Freedom com opcionais de acabamento S-Design.

Os motores turbo da marca já foram apresentados, mas só chegam a partir de 2021. Eles representam novos investimentos no Brasil, tanto para o consumidor final, quanto para os reparadores. Conforme a Fiat, os novos motores GSE turbo terão injeção direta de combustível, variador de fase Multiair para admissão, bloco e cabeçote de alumínio.

Já, os motores Firefly Turbo da Fiat chegam em duas configurações: 1.0 T3 turboflex, com potência estimada entre 120 e 130 cv e 12 válvulas e 1.3 16V T4 turboflex, de 150 a 165 cv e 16 válvulas. Argo e Cronos devem receber o 1.0 turbo tricilíndrico, enquanto Toro, Renegade, Compass e o futuro SUV Fiat devem ser equipados pelo 1.3 turbo. É bom estar preparado!

E no agronegócio?

Um levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), do Ministério da Agricultura, prevê nova produção recorde para a safra de grãos no Brasil. Segundo os dados, a produção para a temporada 2019/2020 está estimada em 245,8 milhões de toneladas. O número representa um aumento de 1,6% (3,9 milhões de toneladas) em relação à safra 2018/19, que já havia sido considerada a maior da história brasileira. O calendário leva em conta o período de 1º de julho de 2019 até 30 de junho de 2020.

Pensando nisso, o Simplo também conta com a linha Trator e Cia, desenvolvida especialmente para quem trabalha com máquinas agrícolas, tratores e máquinas de construção. Nossos produtos são ferramentas essenciais para o reparador moderno, visto que os manuais contém informações digitais técnicas, apresentadas de maneira simples e completa, para todas as áreas de reparos automotivos do país.